Vergonha de que mesmo ?

 

Nos meus tempos de futebolista amador em Joaçaba e Herval D’Oeste, perdi jogos de 18 x 1, 15 x 1, mas também ganhamos de 34 x 6 e já em Fraiburgo uma vitória de 26 x 4. Estes números apesar de expressivos e muito raros acontecem em jogos de futebol. No último sábado perdemos de 8 x 1 para a equipe de Catanduvas em jogo válido pela sétima rodada da Liga Catarinense de Futsal. Como torcedor vi como um resultado alarmante e como dirigente de que erramos todos. Mérito aos vencedores que erraram menos. O velho craque Júnior em sua áurea época no Flamengo certa vez disse: ‘Se não houvessem erros no futebol o jogo acabava 0 x 0.”  Há outra frase da filosofia Zen que diz: “Ninguém volta de uma viagem sendo o mesmo que era antes. ” Nesta viagem especificamente, voltamos fortalecidos e mais unidos na busca de um ideal que é fazer do Fraiburgo Futsal Superviza uma equipe competitiva para os próximos anos. Voltando a filosofia Zen, “Quem pode mover a montanha começou movendo pequenas pedras. ” Por isso começamos de baixo para crescermos nos anos vindouros. Mesmo assim, houve quem chorou e houve quem estava com vergonha de voltar para casa. Ora! Só chora e tem vergonha na cara quem tem hombridade e caráter, que correu atrás da bola como se ela não fosse apenas um pedaço de couro, mas uma parte da alma. Podem chorar meninos, mas não sintam vergonha. Suas lágrimas se misturaram ao seu suor derramado pelas novas cores do nosso coração, as cores do Fraiburgo Futsal. As críticas virão sempre de pessoas que não conhecem a realidade.  O próximo jogo dos bambinos de Fraiburgo será no dia 19 de maio no Ginásio do Bairro Jardim América, contra a equipe da AGN Capinzal do técnico Fininho, ex seleção brasileira, às 20:15 horas, buscando a classificação para os play-off’s da primeira fase. A equipe da AGN Capinzal venceu as sete partidas que realizou e é o Bicho Papão da chave B. Contudo, quem tem medo de Bicho Papão não entra em uma competição como esta.

Texto:Albino Martini

Categories: Esporte