Granizo em Fraiburgo um ano depois

Somos um povo que faz e se refaz

Acreditar num depois faz o homem caminhar. Mesmo cansado, mesmo desiludido. Grande é o homem que não se deixa abater pelas tormentas do dia. Feliz o homem que acredita, mesmo abatido ou decepcionado. O som que se houve em Fraiburgo nos últimos dias soa e ecoa em todos os lugares pra onde a gente olha, é o som das lonas nos tetos, da furadeira, som do caminhão dos bombeiros som da serra elétrica cortando madeira e do martelo do pedreiro.

Tem também o som dos sorrisos nos rostos que mesmo entristecidos com a tragédia não perde o brilho da esperança. Somos um povo que faz e se refaz e num futuro bem próximo estaremos apenas com as lembranças dos dias tristes que vivemos.

Queremos de uma forma muito especial agradecer a cada um que nos ajudou nestas horas difíceis, afinal também fomos atingidos perdemos alguns bens materiais e de trabalho, mas nada que com esforço e determinação não se resolva. E as pessoas que nos forneceram meios para que pudéssemos levar algumas informações sob a situação da nossa cidade. A vocês nossa gratidão respeito e carinho.

Depois da tempestade, a bonança. Depois da chuva, o sol. Depois do inverno, a primavera. É bom acreditar e esperar um depois que há de vir carregado de esperanças.

 

Categories: Destaques,Notícias,Revista Evva,Saúde e Bem Estar