Parabéns a todos os Militares do Brasil – Nossos valorosos Soldados

O ferido nasceu um dia numa manhã radiante, para os pais era um menino que seria um infante;

Foi crescendo bem viçoso e visto com simpatia, mas sua alma já era grande e só disso não sabia;

Já marcara meia idade na agitada adolescência, arrumara namorada que a tanto tinha carência;

Chegou na juventude, lastrado em fundamentos, que outrora seu pai aflito lhe o proporcionou ensinamento;

Agora jactancioso, especulador e destemido, com coragem e aguerrido resolve tocar a vida;

Mundo afora vê bobagens, e pensa mudar o mundo, mudar o mundo eu vou, conter a bandidagem;

Escolhe um caminho nobre e vê um grande horizonte, desfigura a visagem que irá ser a sua amante;

Visagem grande visagem do fanfarão sonhador, agora enfileirado marchando com muito ardor;

Se depara em seguida com uma vida bem regrada, regada de disciplina, hierarquia e muita ordem;

O zelo que aprendeu nestas fileiras infantes, lhe trouxeram experiências que lhe levará avante;

Certo dia saiu de casa, ainda com filhos pequenos, beijando-os bebês e esposa, pra reconhecer terreno;

Terreno das incertezas, das voltas, quem sabe, deparou-se com situação que lhe fugiu o condão

Foi barrado pela lei, feita com covardia, por parlamentar amedrontado que do outro lado estaria;

Ávido pela justiça que é a aspiração de seu povo, resolveu com galhardia dar um tiro de novo;

Lutou pela paz social, por sua família e amigos e até por desconhecidos pelo direito esbravejou;

Foi desfeita a bandidagem com este tiro certeiro, mal sabia que do outro lado havia um escudeiro;

Escudeiro da injustiça de política miserável que sempre solta ladrão é o chefe da bandidagem;

Quando acordou bem cedinho foi logo se apalpando, verificando as partes e também esquadrinhando;

Olhou para todos os lados e se viu agora só, diante de um tribunal com o dedo em riste  e sem dó;

Questionou ao seus neurônios que cena bizarra é essa, processou mantendo o foco e de tudo se lembrou;

Uma vida de empatia, até sua própria oferecer, agora bem solitário está o soldado a sofrer;

O reino lhe abandou a viver a própria sorte, depois de incansável labor se viu em tanto horror que não  mais via

um norte. Mas, altivo, altruísta e gigante, com fibra e moral de infante….Hei!!!!! para mais um dia eu vou.

(Valdecir Cordeiro 25/08/2017)

Categories: Notícias Gerais,Trânsito e Segurança