Nossa Morada

Caro leitor,

Hoje quero começar a terça feira falando sobre a nossa casa. Como esta a sua casa, a organização, a limpeza, o cuidado com os outros moradores? A quanto tempo você não organiza as coisas que estão fora do lugar? Por quanto tempo você pretende guardar aquele amontoado de coisas que não lhe servem neste tempo, velhas roupas, velhos discos, velhos documentos, objetos quebrados, pratos, louças, pedaços de coisas que já não usa?

Faz quanto tempo você não sente prazer de chegar em casa e viver a liberdade de desprender? você tem reparado no que os outros dizem, nos seus desejos, nas suas vontades? Será que você esta sendo uma boa mãe, um bom filho, um bom pai, esposa(o) irmão? Alguma vez você cuidou da sua casa? não estou falando de fechar as portas e janelas, tão pouco de fazer aquela faxina geral que você acredita que é necessário fazer de tempo em tempo, nem das refeições que você prepara. Estou falando de cuidar dos seus arredores, de olhar para lados e se encontrar ali. Quantas vezes lhe pareceu que não era o seu lar? Quantas vezes lhe pareceu que não eram da sua família? Quantas, quantas e mais outras tantas lhe parecerão…e ai?

Qual é sua verdadeira casa, já parou para  redescobrir? Reencontrar os que fazem morada contigo. Você tem feito faxina na sua mente, tem desapegado de pessoas, de coisas, sentimentos e acontecimentos que já não são desse tempo? Tem olhado aos arredores, tem cuidado da sua imagem, do seu eu, da sua criança interior e dos seus sonhos? Quantos sonhos de infância você realizou mesmo? O que você fez com a resposta de “o que você quer ser quando crescer?”

Você tem fechado seus ciclos? Quanto tempo das suas 24 (vinte e quatros) horas você gasta revendo suas metas, conversando com os seus, esses que moram na sua casa e lhe parecem estranhos? Quantas vezes procurou conhece-los ou invés de deduzir coisas, quanto de amor você dedica aos seus e quando de amor você dedica para você mesmo, nos seus dias e quanto de amor você cobra, quanto você se cobra?

Quantas soluções você oferece e quantos bate boca você participa ou provoca? Quantas vezes preferiu ficar no trabalho até mais tarde para fugir de casa, porque lá não estava bem? e quantas vezes teve que voltar mais cedo porque no trabalho também não estava em paz? Você tem cuidado da sua casa/mente? Você tem olhado aos arredores/relacionamentos? Você organizado suas gavetas, armários/sentimentos? Você faxinado a casa/limpado a alma com frequência? Você tem se servido das refeições/orado a

Deus frequentemente, ou com a mesa farta sente fome? | Fugir como, se tudo se vive dentro!

Nosso corpo, nosso templo! Nossa casa, nossa mente! nosso alimento, nosso EU – Deus.

  Viridiane MohrCoach | Pessoas e Organizações


Texto Publicado em minha rede social em 19 de junho de 2017 e adaptado para este lindo site.


Contato e agendas: realizedesenvolvimentohumano@gmail.com | (49) 9958-4619

Categories: Revista Evva,Saúde e Bem Estar