Movimento na ALESC para revogar título de Lula

Na sexta-feira (23) cedo, o presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Natalino Lázare (foto de capa), manifestou-se publicamente: já estava articulando um movimento na Casa para revogar o título de cidadão honorário de Santa Catarina concedido a Lula da Silva em 2008.

O parlamentar, que não era deputado à época da concessão, pontuou que não queria entrar no mérito da questão há 10 anos, mas deixou muito claro que neste momento o ex-presidente não reúne condições jurídicas e morais para ser agraciado com a honraria.

Na sequência, outros deputados começaram a se manifestar. Destaque para Marcos Vieira, do PSDB, e Maurício Eskudlark, do PR, que também foram veementes.

 

O presidente da Casa, Aldo Schneider, será pressionado a partir de segunda-feira.

Lula da Silva foi condenado a 12 anos e um mês de prisão, pena que foi aumentada na segunda instância após sentença de primeiro grau na Justiça Federal de Curitiba, por corrupção e lavagem de dinheiro. E como é de conhecimento público, virou as costas para Santa Catarina durante sua era de poder, inclusive no período do poste Dilma Rousseff. Tanto é verdade que o título foi aprovado há 10 anos. E ele nunca veio receber. Ou seja, não estava nem aí para Santa Catarina, que tem uma população trabalhadora, pagadora de impostos e que não merece tamanha afronta.

Categories: Política