Fraiburgo festeja os 300 anos da Padroeira do Brasil

Em Fraiburgo no dia 03 de outubro aconteceu as comemorações iniciais festivas da Padroeira do Brasil.     O Evento teve como tema Senhora Aparecida, 300 anos de Bênçãos e de Graças.    O primeiro ato de fé foi uma serie de novenas de nossa Senhora Aparecida: das redes ao coração do povo brasileiro acontecidas desde o dia 03.  A festa deste ano começou a ser preparada desde o mês de setembro, sobre a organização da Comunidade do bairro Bela Vista, que contou com a participação de muitas comunidades pastorais movimentos e ministérios da nossa cidade. E o auge aconteceu no dia 12, às 9h00, com a realização da encenação do encontro da imagem nas águas, que acontece anualmente as margens do Lago das Araucárias no centro de Fraiburgo. Após a encenação a imagem foi carregada pelos fieis na procissão até o local onde se realizou uma missa solene, que foi presidida pelo Pe. Vilmar Gazaniga e concelebrada pelo Pe. Zezinho.

 

O público deste ano foi bem expressivo, fiéis de todas as localidades compareceram até a igreja do Bairro Bela Vista, muitos vieram a pé, sem se importar com a forte chuva, permanecendo firmes e felizes na celebração.

No percurso, houve alguns fieis que caminharam de pés descalços para pagar promessas, e agradecer a padroeira ou pedir sua proteção.

“Essa festa em honra a Nossa Senhora Aparecida começou no ano 2000.   Há dezoito anos a comunidade prepara com muito carinho este momento de fé amor e devoção a santa padroeira do Brasil e a deste ano é muito significativo em razão de celebrar o Jubileu de 300 anos de bênçãos da Mãe Aparecida” Disse um membro da coordenação da festa.

Esperamos que esse jubileu ajude, ainda mais, a consolidar no coração do povo brasileiro, essa esperança que Nossa Senhora Aparecida representa para o povo. Esse é o grande legado que ela traz para todos nós seus filhos e filhas: E que ela nos traga a esperança de um novo tempo, disse um Romeiro anônimo.

“O Brasil, desde a sua colonização, tem uma identidade católica. E a devoção aos santos é algo muito próprio da Igreja Católica. Por isso, a devoção, sobretudo à Nossa Senhora, que é a santa das santas e a mãe de Jesus, é algo que está muito presente na vida do catolicismo. A partir desse encontro [da aparição da imagem aos pescadores surgiu a devoção a essa que o povo passou logo a chamar de ‘Aparecida’” disse o Pe. João Batista de São Paulo.

Categories: Destaques,Notícias