Voluntariado: O bem que faz bem

Hoje vamos falar de uma atividade crucial nos dias de hoje, dada às devidas

circunstâncias em que vivemos: o voluntariado.

O voluntariado é o ato de dedicar um tempo a uma atividade sem remuneração , mas que traz consigo a sensação de ter feito a diferença na vida de alguém. Ser voluntário é doar seu tempo para causas de interesses sociais, com total desprendimento ao benefício próprio, porém, esta ação voluntária requer preparação, consciência, mobilização, desprendimento e responsabilidade. O voluntariado é uma forma de participação cidadã, da qual todos os indivíduos, sem restrição física, social, de escolaridade, etária ou financeira podem fazer parte.

Neste sentido temos um belo trabalho voluntário na nossa querida e acolhedora Fraiburgo

Com o desejo de proporcionar momentos de alegria aos pacientes do hospital Fraiburgo, o técnico em enfermagem Claudemir e sua esposa Eliane, tornaram realidade o Projeto “Curando com Amor”.

Todas as segundas-feiras um grupo de voluntários se reúne no hospital e transformam-se em doutores da alegria; essas visitas vem com o objetivo de diminuírem o peso em que encontram-se os internados no estabelecimento. Os voluntários são carinhosamente conhecidos como: dr Amoroso, dr Faísca,  dra Pitanga, dr. Tampinha, dr Sapeca entre muitos outros doutores que trazem doses de remédios da alma. Nessas acolhedoras segundas nunca falta gaita, violão e cantoria, já aos finais de semana o dr Marcelo faz sua visita no hospital e toca violino. Cada paciente passa pela consulta cercada de graça e riso, se alegra e se emociona com modas de viola e o abrir e fechar da gaita; recebe doses de amor, carinho e força, auxiliando assim na melhora e reabilitação de sua saúde. Ao encerrar a consulta o paciente recebe um agradinho especial: uma receita super especial e um imã de geladeira para não esquecer desses seres de luz; as crianças em internação também recebem um mimo.

É imensurável o valor dessas pessoas e sua atitude em doar-se. A satisfação em se sentir integrante dessa ação varia de pessoa para pessoa,  porém a sensação de importância ao outro, da possibilidade de mudar positivamente momentos de outras vidas, ou de simplesmente receber um sorriso como forma de Gratidão, são acalentos tão intensos, que valem muito mais do que qualquer remuneração.

Infelizmente muitas vezes as ações voluntárias não são valorizadas como deveriam ser. Só quem já participou e participa dessas ações sabe o quanto é gratificante. Não há forma melhor de fazer bem a si mesmo, do que  fazer o bem à outras pessoas, assim entendemos o significado das palavras de Betinho:

‘’ Solidariedade não se agradece, comemora-se’’.

Como o exemplo do Projeto “Curando com Amor”, Fraiburgo tem despontado outras ações dessa magnitude. Voluntários que se empenham em busca do bem comum, enaltecendo e fortalecendo a ideia de que, engajados no bem do outro, podem melhorar a sociedade em que vivem, tornando o mundo um lugar cada vez melhor pra se viver em sociedade

 

Categories: Destaques,Notícias,Saúde e Bem Estar